Comerciantes com ponto fixo estariam alugando seus box e levando banca para as ruas do Centro da Capital, afirma secretário

Foto: Reprodução

Foto: Reprodução

Na manhã desta terça-feira (23), ambulantes que alegaram ter seus carrinhos de mão tomados pela SEDURB realizaram uma série de protestos nas ruas do Centro de João Pessoa, queimando pneus e obstruindo o trânsito.

Resultado de imagem para ambulantes joão pessoa protestoFoto: Portal Correio

O Secretário de Desenvolvimento Urbano de João Pessoa (SEDURB), Zennedy Bezerra, em entrevista ao programa Correio Debate da Rádio Correio FM, explicou que a ação que aconteceu na madrugada de hoje não foi contra ambulantes, mas sim contra donos de boxes que insistem em colocar bancas nas ruas, inclusive explorando o trabalho de pessoas que servem de atravessadores nestas bancas. Zennedy classificou este trabalho como semiescravo.

Zennedy explicou que, quando mal havia assumido a SEDURB em janeiro, já estava tomando conhecimento de uma ação do Ministério Público que recomendava a retirada dos ambulantes das ruas do Centro de João Pessoa.

– Fui surpreendido pelo Promotor João Geraldo, que me disse que existia uma recomendação de que a Prefeitura de João Pessoa teria 90 dias para fazer a retirada dos ambulantes das ruas. Eu praticamente entrei no olho do furacão. A partir daí, comecei a dialogar com o Ministério Público e com diversos setores ambulantes, além de lideranças formais e informais. Mandei fazer um mapeamento em relação aos ambulantes e constatamos que, só no Centro de João Pessoa, 482 ambulantes ocupavam as ruas, e destes, 150 eram de Bayeux e Santa Rita.

O Secretário relatou que, em determinado momento, começou a perceber que havia fornecedores terceirizando o comércio ambulante de forma precária e semiescrava, e por isso foi conversar pessoalmente com pessoas que tem boxes no Mercado Central, e deixou claro para eles que a Prefeitura não iria aceitar esta ocupação irregular que estavam fazendo no Centro da cidade.

– Estas pessoas que serviam de atravessadores ganhavam entre R$ 20 e 30 por dia, caracterizando um trabalho semiescravo. Não vamos admitir que pessoas que tenham Box no Mercado Central insistam em colocar atravessadores nas ruas. Vamos notificar o comerciante e interditar seu Box se insistirem em desviar a verdadeira finalidade do trabalho.

Resultado de imagem para ambulantes joão pessoaFoto: Correio da Paraíba

Zennedy disse ainda que a Representante dos Ambulantes de João Pessoa, Márcia Medeiros, está sendo contraditória em suas falas, pois segundo o Secretário, foi a própria Márcia que lhe pediu que a SEDURB fizesse esta ação contra os donos de Box.

– Ontem, em entrevistas, Márcia disse que gostaria que a SEDURB fizesse uma ação contra os comerciantes que tem Box no Mercado Central e que estão nas ruas. Atendemos as recomendações dela, fizemos uma ação de inteligência, mas eles não acataram. Ontem, a SEDURB foi às ruas e retirou 160 carros, cumprindo o que ela orientou. Portanto, a ação não foi contra ambulantes, mas sim contra fornecedores que tem Box e que estão semi-escravizando pessoas e pagando diárias irrisórias. É muito estranha a atitude de ambulantes que defendem pessoas que estão escravizando outras.

O Secretário da SEDURB explicou ainda que, quando fez o mesmo mapeamento no Centro Comercial de Passagem, verificou que vários comerciantes de lá, que também possuem seus Box, estavam comerciando na calçada, em frente ao local. Ele imediatamente notificou estes comerciantes e fez um Termo de Compromisso com eles. Zennedy lembra que não foi realizada nenhuma ação antes de conversar com ninguém, e nem agiu de forma truculenta, como no passado.

– Vários comerciantes assinaram o TAC, dizendo que possuem bancas na rua, e se comprometendo com a retirada delas. Estou com três documentos em mãos que comprovam este diálogo. Esta foi uma discussão ordenada, para que ninguém ocupe espaços indevidos.

Zennedy relatou ainda que comerciantes de vários outros centros comerciais de João Pessoa estavam realizando a mesma prática: colocando bancas nas ruas, mesmo tendo seus pontos fixos. O Secretário disse que este tipo de conduta é inadmissível.

– Muitos comerciantes estão fazendo desta prática um meio de vida. Não vou permitir. Pessoas que tem seus Box, os alugam e vão para as ruas estão erradas, isso não pode, de forma alguma. Vamos apreender o Box e dá-lo para quem necessita.

O Secretário também disse que muitas pessoas desejavam que acontecesse um caos nas ruas da cidade, mas ao contrário do que muitos queriam, isso não aconteceu, pois a SEDURB trabalha apenas de maneira pacífica.

– Alguns queriam que fôssemos lá fazer um enfrentamento, arrancar material e provocar o caos e a guerra em João Pessoa. Ninguém se machucou, não houve nenhuma violência moral nem psicológica, muito menos física. Sobretudo, estamos determinados a cumprir o código de postura e garantir o reordenamento no Centro de João Pessoa.

Sobre o efetivo de agentes da SEDURB, Zennedy Bezerra garantiu que os aprovados no concurso serão chamados e estarão reforçando a equipe do órgão.

– Nosso efetivo ainda é pouco, mas Luciano Cartaxo fez concurso público para Agente de Controle Urbano da SEDURB, onde 70 foram aprovados. Quando fiz um convencimento, junto à equipe, o Prefeito se mostrou sensibilizado e homologou o concurso, chamou os 70, e eles reforçarão o trabalho no Centro.

Redação Informe Paraíba

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *