SEM SAÚDE – Prefeitura de Cabedelo fecha Unidades de Saúde e deixa população sem atendimento

Usuários da unidade se dizem indignados pela falta de respeito da gestão municipal

Uma saúde precária, sem médicos, sem remédios e num  estado total de abandono. É esse cenário que a população do município de Cabedelo, na Grande João Pessoa, está tendo que enfrentar. Em apenas sete meses, já na gestão do prefeito interino Vítor Hugo, duas Unidades de Saúde da Família (USFs) foram fechadas deixando os usuários sem atendimento.
 
A primeira USF a ter as portas fechadas foi a de Ponta de Mato, há sete meses. Agora, mais uma deixa de prestar socorro às famílias cabedelenses, a da Palmeira.
 
Sem médico para realizar as consultas, a Unidade vive uma situação crítica. Até mesmo a dispensação de remédios foi proibida pela Vigilância Sanitária por causa das instalações precárias. Já as receitas dos medicamentos controlados foram transferidos para a sede da Atenção Básica, devido ausência do médico para prescrever tais receitas. 
 
Isso acaba interrompendo o tratamento de Saúde Mental e obriga os usuários a ter que se deslocar até a sede da Atenção Básica para pegar as receitas. Contudo, a maioria dos usuários não tem como ir até o local por vários motivos, prejudicando, dessa forma, o seu tratamento.
Além disso, o Conselho Regional de Enfermagem (COREN) interditou a vacinação após descobrir, por meio de fiscalização, que ambiente não oferecia condições para dispensar esse tipo de atendimento e, por isso, colocava em risco a saúde dos usuários. O mesmo motivo fez o COREN interditar também o setor de curativos e retirada de pontos.
 
Outro problema encontrado na USF da Palmeira é a falta de atendimento odontológico. Alguns equipamentos do consultório de odontologia estão quebrados.
 
E para fechar a série de caos e abandono, o prefeito interino Vítor Hugo está descumprindo a Lei dos Agentes Comunitário de Saúde (Lei 11.350, de 2006), a o qual afirma que o ACS tem a obrigação de morar onde vai trabalhar. O que não está ocorrendo, pois duas são moradoras de outras áreas: uma mora no Renascer e outra no Portal do Poço.

3 thoughts on “SEM SAÚDE – Prefeitura de Cabedelo fecha Unidades de Saúde e deixa população sem atendimento

  1. Total abandono!! Vivemos tempos difíceis a cidade está sendo maqueda com algumas obras para que se possa ver são várias inacabadas começa para inicia outra faz propaganda de todas parece que está tudo muito bem mais a verdade é outra. Precisamos de ajuda urgente das autoridades competentes.

  2. Fechou mais um Posto de Saúde com desculpas que ta em Reforma e Pintura. Posto da Campina da Vila. É uma vergonha. Prefeito ta todo enrolado..começou a carapuça cair.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *